Estratégia para Mudanças Ousadas

As empresas precisam olhar mais do que apenas oportunidades financeiras ao embarcar em uma nova estratégia ou implementar um programa de transformação. Eles precisam seguir um processo de devida diligência para a estratégia, da mesma forma que examinariam de forma imparcial e holística as fusões e aquisições críticas. Tal processo pode contrariar vieses inatos que levam a movimentos indecisos ou incrementais em vez de ousados. 

O sucesso de qualquer empresa, ou sua sobrevivência, depende da capacidade de operar estrategicamente. Ou seja: de estabelecer uma visão de longo prazo e possuir clareza de propósito que expressem significados para as pessoas e relevância para o mercado.

Revisões constantes para o Planejamento Estratégico

O planejamento estratégico de uma empresa precisa de acompanhamento e avaliação de resultados constante. Essas revisões são necessárias tanto para mensurar os resultados obtidos, quanto para avaliar o andamento dos objetivos.

Essa dinâmica fornece os seguintes objetivos e benefícios:

a. Garantir que as atividades estejam dentro dos parâmetros definidos;

b. Garantir que as atividades são consistentes com o DNA da empresa; e,

c. Avaliar a capacidade de alcançar os objetivos e identificar problemas.

Mas o maior desafio da gestão estratégica está relacionado à capacidade de movimentar a organização e mantê-la conectada com o que foi proposto pelo plano estratégico, com a adaptabilidade que esse processo exige.

Então, como toda função de gestão, isso pressupõe uma dinâmica permanente de planejamento, execução, monitoramento, avaliação, ajustes e reajustes.

Mas o que fazer quando as metas do planejamento estratégico não estão sendo atingidas?

Pergunte a um Especialista. Agende a visita aqui.

Deixe uma resposta