Mapeando a Concorrência

A diferenciação e inovação são fatores imprescindíveis para a sobrevivência de qualquer empresa no longo prazo. Basicamente, você precisa oferecer algo de novo ou especial aos seus clientes para que eles achem que a sua empresa vale a pena e decidem gastar seu dinheiro com você.

Logicamente, para se criar algo diferente, é preciso saber o que já existe e é justamente por isso que gestores devem manter uma atenção constante aos serviços e produtos que competem pelo mesmo orçamento de seus clientes. Em muitos casos, não basta apenas ficar de olho nos concorrentes diretos, mas também os indiretos.

A concorrência só pode estar em quatro quadrantes, por isso o mapeamento é simples.

Os líderes da empresa devem pensar em programas e iniciativas de forma estratégica, criativa e inovadora para migrar a empresa de um quadrante para próximo.

Seu concorrente pode estar no quadrante de:
1. Menor preço (Precificação), apontando uma estratégia de menor custo.
2. Valor agregado (Diferenciação), vendendo através de um canal de vendas que agregue mais serviços.
3. Relevância da marca (Premium), quando a estratégia é colocar a marca sempre na memória do cliente – short list
4. Aprisionamento (Recorrência), quando a estratégia é aumentar a barreira de saída, ou seja, tornar quase impossível para o cliente comprar ou contratar outro produto ou serviço de seu concorrente.

Mapear e monitorar seus concorrentes e substitutos é parte essencial de um processo de posicionamento e estratégia de marketing bem sucedido. Nunca diga que você não tem concorrentes, pois substitutos são poderoso adversários que devem ser levados em consideração, por mais inovador que seja seu produto.

 

Pergunte a um Especialista. Agende uma visita qui.

Deixe uma resposta