Pensar divergente pelo seu Cliente

Quando entendermos que o cliente é o protagonista da venda, teremos empreendimentos de sucesso. O cliente não será fiel se não formos fiéis a ele. O consumidor não precisa daquilo que vendemos quando a proposta da empresa é igual a de todos os concorrentes. Consumidores pagam mais quando recebem mais e eles não podem ser julgados pelo que aparentam.
O cliente é capaz de promover a ascensão da sua marca, assim como a sua destruição. Para vender mais e melhor é preciso entender que os clientes são diferentes. Quanto mais você entender o cliente antes de atender, mais irá definir o potencial e o nível de envolvimento. O investimento que você faz é absolutamente proporcional ao que o cliente investirá em você, em termos de tempo e dinheiro. 

O que o Cliente quer?

Hoje, as organizações sabem que as necessidades do consumidor afetarão e impulsionarão a estratégia de negócios. Motivo de investimentos pesados para inovar a experiência do cliente.

Eles querem uma jornada perfeita, integrada e livre de atritos com eles.

Querem se sentir importantes, engajados e emocionalmente conectados à sua marca.

Desejam que suas necessidades sejam atendidas com propostas inovadoras.

Que seja avaliado cada feedback recebido e utilize-os para melhorar os pontos abordados como falhos e mantenha o que tem feito brilhar os olhos dos seus clientes.

No entanto, se o propósito é descobrir algo novo, você tem que pensar de forma divergente e explorar temas que são importantes para o seu cliente, não apenas para a sua organização.

Fazer uma escolha usando apenas o pensamento convergente é mais fácil e imediato. Afinal, no dia a dia dos negócios, é muito mais fácil seguir uma solução que já foi usada por outros, não é? Mas isso não quer dizer que essa seja a melhor solução para a sua empresa. E é aí que o pensamento divergente precisa entrar em ação.

Em vez de escolher entre soluções predeterminadas, esta linha de pensamento busca o maior número possível de soluções usando a criatividade, o que favorece um resultado final mais inovador. Sem o pensamento divergente, negócios ou produtos novos que ainda não existiam no mercado não teriam sido criados, não é?

 

Converse com um Especialista. Agende uma visita.

Deixe uma resposta