Ter uma Equipe de Alta Performance: um Desafio

A equipe dos sonhos se destaca por apresentar elevada competência – técnica, atitudinal e comportamental. É capaz de reagir rapidamente aos cenários mais adversos e de se desenvolver em conjunto, com velocidade. É composta por membros alinhados com a missão, a visão e os valores da empresa; além de elevado engajamento e comprometimento para atingirem um objetivo comum, claramente definido.

Uma equipe diferenciada e focada em resultados é importante para conquistar o sucesso nos negócios.

Essencialmente, três ações são fundamentais para se ter a equipe dos sonhos:

Encontre as pessoas certas

Um processo que não deve ser terceirizado e de responsabilidade exclusiva do líder. Invista tempo, energia, dinheiro e sensibilidade no processo de recrutamento e seleção de pessoas. Encontrá-las passa pelo profundo conhecimento dos objetivos, cenário e valores empresariais e, principalmente, clareza de onde se quer chegar. A pessoa certa também precisa ser desenvolvida para o lugar certo que deve ocupar. Pessoa certa no lugar certo é de fato uma combinação decisiva.

Desenvolva as pessoas certas

É uma tarefa diária. Capacitação e treinamento são delegáveis, podem ser adquiridos em escolas, programas, livros e cursos.  Direcionamento e feedback não. Só se pode direcionar quando se tem clareza sobre onde se quer chegar, além de muita sensibilidade e percepção para conhecer cada membro do time, suas dificuldades, limitações e potenciais. Desenvolver é doar tempo, energia e confiança.

Tenha coragem de eliminar as pessoas erradas

Aquelas pessoas que não compartilham os valores da organização e do time, são consideradas “erradas” – as que se recusam a se desenvolverem e a se comprometerem. Mantê-las na equipe é o pior que se pode fazer pelo time. Elas minam a motivação, fazem questionar os valores, desintegram a força, estão sempre criticando e quase sempre buscando nada.

 

Tenho como medir a performance da equipe?

Pergunte ao Especialista. Agende uma conversa aqui.

Deixe uma resposta