Uma Cultura com Base em Propósito

Produtos não estão sendo suficientes. Facilidade e abundância de informações, tecnologia integrada em nossas rotinas e uma geração inteiramente digital são vetores que caracterizam o momento de enorme transição de comportamento e hábitos que estamos vivendo. Eles impactam na forma de consumir e nas relações com as marcas e produtos.

Pense: qual conexão emocional da sua marca ou do seu negócio na vida das pessoas? A resposta é: propósito.

Diferente da estratégia que pode e deve mudar para adaptar-se ao mercado. Quando desenhamos uma estratégia, pensamos no “quem”, “o que”, “onde”, “como” e o “por que”. Reflita sobre o seu negócio. Todos esses pontos se transformam, à exceção do “por que”. O “por que” é o propósito. Não faz sentido falar sobre estratégia quando ainda não foi identificado o seu propósito.

O Propósito

O propósito é atemporal, não deve ser alterado com o tempo. O propósito é a razão de ser que vai além do lucro. E por incrível que pareça, o resultado é quase sempre fazer mais dinheiro que o planejado.

Todos nós queremos trabalhar em um lugar construído por algo mais elevado e os funcionários estão passando a valorizar empresas que trazem o propósito como a força por trás de tudo e que reflita seus valores. O propósito entusiasma por ter um significado mais forte. Temos todos que buscar uma versão mais verdadeira e moderna de nós mesmos e dos nossos negócios.

As lideranças empresariais devem ser o exemplo ao colocar o propósito em prática, sendo os principais disseminadores da cultura. O termo “walk the talk” nunca foi tão pertinente. Exemplo pelas ações e não somente pelo discurso.

A comunicação e o diálogo transparente, de maneira consciente e intencional com todos os stakeholders cumpre um papel fundamental na disseminação e fortalecimento do propósito. O propósito sustenta a cultura nos tempos difíceis e eleva nos tempos áureos.

 

Converse com um Especialista. Agende uma visita.

Deixe uma resposta